Seguidores

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

PSICOGRAFIA DA JOVEM “VIVIANE”, DE OSÓRIO-RS., DESENCARNADA HÁ 35 ANOS POR “AVC”,

Apegada a matéria, ficou 35 anos procurando seus bens, socorrida nos trabalhos Mediúnicos do Grupo Socorrista Obreiros do Senhor Gerônimo Mendonça Ribeiro.
Que péssima hora pra vir me incomodar, não vê que estou ocupada? Estou na pista de conseguir encontrar as minhas coisas. Tenho muito o que procurar, não tenho tempo pra conversas, não vê você? Percebe que estão me atrapalhando, tudo o que eu tinha, sumiu, ou foi tirado de mim. Mas eu vou encontrar. Onde que eu vou, sem nada? Se me acharem sem nada, vão pensar que eu sou uma ninguém. Levei anos e dois casamentos pra conseguir meu patrimônio, de repente, me vejo aqui, somente com a roupa do corpo. Eu não aceito isso, não aceito.
Quem me furtou, trate de devolver, porque nesse ambiente, em que eu não encontro ninguém, nem reconheço nada, o que será de mim sem dinheiro? Não entende?
Eles falaram que de nada adianta agora os bens que eu possuía, que aqui isso não vale de nada.
Que desespero! Então o que vou fazer? Por favor, me ajude a resolver isso.
Eles falaram que é exatamente isso que estão fazendo, que é pra eu aceitar, que breve irei compreender tudo, falaram que é pra agradecer a Deus, que tudo que preciso me será dado, sem que eu precise ter bens pra isso.
Estou vendo que tem mesmo muitas coisas que eu preciso aprender, porque ainda não entendi. Graças a Deus, muito obrigada a vocês, eu vou entender, preciso aprender a viver, de novo.
Viviane.
Explicação da Médium: “De Osório – RS, com extremo apego material, após desencarne repentino por avc, há 35 anos, deparou-se consigo mesma sem posses, perdeu muito tempo procurando. Socorrida, Graças a Deus”.

Psicografia obtida pelos médiuns do Grupo Socorrista Obreiros do Senhor Gerônimo Mendonça Ribeiro nos trabalhos Mediúnicos da noite de 12/12/2016. 

“O QUE O ESPIRITISMO PODE NOS OFERECER? O QUE O ESPIRITISMO PODE NOS DAR?

Encontrei um amigo querido, num centro espírita onde fui fazer uma palestra. Cumprimentamo-nos alegremente e ele me contou que estava sofrendo muito, e com problemas de saúde, além do seu relacionamento familiar, que estava péssimo.
Disse ele, que logo foi submeter-se ao passe, água fluida e ouvir palestras. Tomou a iniciativa de comprar os livros de Allan Kardec, Leon Denis Chico Xavier, Divaldo Pereira Franco e outros autores, e passou mais de um ano lendo e fazendo o tratamento.
De repente, disse ele, percebi que estava atrás de um prato de lentilhas, quando o Espiritismo me oferecia muito mais, oferecia a minha progenitura. Percebi então que estava pedindo ao Espiritismo coisas como, saúde, bem-estar, equilíbrio...
E ele me oferecia a verdade que liberta, a certeza da imortalidade, o conhecimento da reencarnação, da mediunidade, da lei de causa e efeito, do progresso, a transformação do meu mundo interior, para que depois eu pudesse atuar no mundo exterior.
Entre outras coisas compreendi que sou o construtor do meu destino. Que Deus me criou com todas as potencialidades das perfeições, e me criou da luz das estrelas.
Aprendi que posso alcançar tudo que eu quiser, porque Deus mora dentro do meu coração.
Abracei meu amigo carinhosamente, pois ele percebeu em pouco tempo, aquilo que muitos não percebem, mesmo após anos de frequência em centros espíritas.
Não peçam ao Espiritismo aquilo que ele não pode dar, e não terão decepções. Entretanto é bom saber aquilo que o Espiritismo não pode nos dar.
Com certeza ele não dará riquezas materiais, nem meios de enriquecer sem fazer força. Ele não fará revelações bombásticas, nem facilitará descobertas e invenções.
Em resumo, o Espiritismo se ocupa das coisas do Espírito. Parece pouco? Mas não é. Allan Kardec escreveu, já em 1861, que o Espiritismo tem duas forças preponderantes. A primeira, é que torna felizes os que o conhece, compreende e pratica.
Com certeza está aí uma grande força realmente, pois existe muita gente infeliz, que ao conhecer o Espiritismo, muda suas vidas e melhoram o seu caráter. A compreensão dos aspectos espirituais da vida tranquiliza as pessoas, porque mostra que não precisamos de muita coisa para viver.
A Segunda razão lógica do Espiritismo, é que a Doutrina não repousa numa única cabeça. Embora seja habitual afirmar que ela é dos espíritos, na verdade, é a conjugação dos esforços dos homens e dos espíritos, principalmente de Allan Kardec.
O próprio Kardec disse: O espiritismo não repousa na cabeça de um único homem que possa ser derrubado. Os espíritos estão por toda parte e podem se comunicar onde quiserem, pois não existe um só lugar, uma só família que não tenha um médium em seu seio.
Uma prova dessa versatilidade é que o Espiritismo feneceu na França e firmou-se no Brasil, enraizando-se de forma extraordinária. Hoje somos o país mais espírita do mundo, e pouco a pouco o Espiritismo vencerá todas as barreiras.
Prossegue Kardec: Porque enfim o Espiritismo é uma ideia e não há barreiras impenetráveis à idéias, nem bastante altas para que estas não as transponham. A Doutrina Espírita tem a vocação de expandir-se.
Foi por isso que Allan Kardec afirmou que o Espiritismo amplia os horizontes da humanidade. E como amplia! Ser espírita é trazer o coração leve, e a certeza da imortalidade, das finalidades superiores da vida. Se você é espírita, ame-o com muito carinho, e valorize-o.
Amílcar Del Chiaro Filho
Fonte: Portal do Espírito